quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Qual o seu problema?

Eu roubo as suas expressões, você sorri - todo sem graça. É como se o mundo fizesse sentido de novo ou como se algumas cores voltassem a fazer parte dele. Eu tento disfarçar, você percebe. Falo sem parar, encho tua cabeça com minhas besteiras e você está lá, sempre disposto, sempre sendo educado e palhaço, sempre fazendo com que aquele sorriso que tanto escondo, apareça por entre meus lábios e tome conta de tudo! De mim, de você, de nós? Me perco nos seus olhos (quase verdes?), observando a sua concentração em me fazer feliz, observando a quantidade de tranquilidade que pode caber numa pessoa só. Nunca imaginei que pudesse sentir tanto! Me diz, você também sente isso tudo? A saudade durante a semana é grande, você só lida com fatos, cadê essa maldita sexta-feira????, e eu tô aqui, ó, tentando colocar em palavras o que você significa pra mim. Não sei o seu, mas o meu problema é você. Ei, pode sorrir aberto. Você é o melhor problema que eu poderia ter.  

Um comentário:

  1. Que bacana. Ahh se todos os problemas nos fizessem rir e tomarem conta da gente desse jeito, né? Não solucione esse problema, então ;))

    Beijoo'o
    flores-na-cabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir

Todo mundo merece um comentário legal :)