segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Clima de fim de ano

Nunca acreditei muito nesse negócio de ter um ano bom ou um ano ruim. Eu acredito em momentos: em fases. Acredito, é claro, que em todo "ano ruim", a gente tem momentos bons. Por que valorizar justamente a parte negativa das coisas? Em 2014 conquistei muitas coisas que almejei durante a minha (pequena) vida, mas também sofri por tantas outras... Conquistei meu espaço nessa cidade maravilhosa, me formei como publicitária e fiz o óbvio: ri até a barriga doer inúmeras vezes, briguei e chorei quando senti raiva, tive a sorte de me apaixonar por alguém que também se apaixonou por mim (e que faz questão de repetir isso todos os dias!), me aproximei de pessoas maravilhosas (que nunca imaginei que me aproximaria), me afastei de tantas outras (que eu achei que ficariam pra sempre) e agora é hora de começar um novo ciclo. Ou talvez continuar esse enorme ciclo que a gente chama de vida, com seus altos e baixos e suas misteriosas formas de nos fazer aprender e evoluir, sempre. Um muito obrigada a todos que de alguma forma estão (ou estiveram) comigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo mundo merece um comentário legal :)