sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Desasjustados ficam sem casa

Enquanto isso, na vida pacata e parada do Paraíso...

- É, Zel, tem jeito não...
- Eu juro que eu tentei, Zezinho, mas às vezes eu acho que a culpa foi minha... Não forcei Clara a dar Maracujina suficiente pra essas garotas! 
- Já tô vendo a confusão que isso vai dar! É muita gente... 
- A questão não é a quantidade, mas sim a agitação! Não entendo d'onde essas meninas puxaram essa energia toda! Tudo bem que Pedro e Paulo eram muito agitados, mas, poxa, eles melhoraram com a idade! 
- É... Acho que ficar só observando vai me deixar mais apreensivo...
- Mas o que a gente pode fazer? Mandar boas vibrações?
- Isso eu faço todo dia!, o tempo todo... Desde quando parti... 
- Ainda acho que você devia mandar uma mensagem especial pra sua esposa, Cida... Se você se sentir incomodado, eu mando, não tem problema! Acho que ela não tem noção do ato de loucura que ela está prestes a cometer! E outra coisa, nossos superiores não ficarão tão bravos assim... 
- É uma boa, Zel, mas não vejo nenhum ato de loucura nisso... 
- Ora bolas!, esse ato é mais claro que a água cristalina daqui!  Dividir um quarto e sala com o próprio filho e sua família é loucura! Eu já passei por isso e posso te dar certeza... 
- Creio eu que pra ela não haverá tanto problema assim. Afinal, que tipo de mãe deixa o filho sem casa????
- Eu entendo o sentimento dela, mas, Zezinho, não era você que os chamava de Desasjustados do 302? Esse apelido não era em vão, eu aposto!
- Sim, não o era e creio que ainda é bem descritivo. Mas ainda acho que a solução que ela escolheu é a melhor!
- Sem sombras de dúvida; é verdade. Como mãe, eu também pensei na mesma coisa quando eles resolveram se mudar da rua Agassis e não achavam apartamento! Não sei se você acompanhou daqui, do paraíso... Mas você se lembra quando dividi meu apartamento com eles? Pois é, não aguentei 3 meses. É muita bagunça, é muita falação, é muita coisa pra uma senhora como eu! Junte isso tudo e acrescente um cachorro! Acabei me mudando antes mesmo do planejado... Deixei a bagunça por conta deles!
- Não acompanhei, é verdade, pois eu ainda estava em tratamento... Mas agora com a facilidade dessa TV de alta tecnologia nos ligando à eles, fica bem mais fácil! Olha lá, as meninas acabaram de chegar em casa...
- Ah! Que saudade!
- E já estão gritando, as cachorrinhas estão latindo... Inclusive, não conheci aquela pretinha pequenininha ali! Fico pensando se o Luiz não fica doido... Eu já teria colocado cada uma em um quarto! Esse meu filho é um guerreiro mesmo! Sempre soube que ele ia me orgulhar demais... 
- Pois é. Sempre soube que ele seria um bom marido e pai. Ele é um ótimo genro! Aliás, puxando a sardinha pro meu lado, a Clara também não deixa a desejar.
- Não mesmo.
- Fico feliz. Mas ainda acho que a Cida vai se arrepender...
- Deixa de ser boba, Zel, vai nada!
- É claro que vai! Esqueceu que além dos quatro, ainda vão duas vira-latas????????????? Com uma vira-lata eu já fiquei doida, imagina mais uma... Meu Deus do Céu, haja paciência e amor pra essa vó Cida! 
Zezinho sorriu, fechando os olhos e mentalizando boas vibrações para o filho e sua família. Se ao menos seu filho pudesse se tranquilizar um pouco! Tudo ia dar certo; a mudança para o Rio de Janeiro era certa! Zel também sentia isso; e claro, sabia que estava na hora de sua filha finalmente ser feliz... Observar sem poder ajudar era horrível, mas pelo menos ela tinha companhia do avô paterno das meninas! E do resto da família que já tinha partido... Às vezes escutar as opiniões dos outros a respeito da vida de seus respectivos filhos era um saco! Zel sempre os mandava calar a boca... Zezinho, mais político, ainda tentava argumentar.
- Não querendo atrapalhar a conversa fiada de vocês, - um anjo com cara de bravo apareceu - mas já atrapalhando... Tenho certeza que os dois têm mais a fazer!
Zel sorriu para Zezinho e falando baixo o suficiente para que só os dois escutassem, disse:
- Ai ai se eu tivesse mais intimidade com esse anjo sem vergonha!
As gargalhadas após essa fala ecoaram por dias... 




6 comentários:

  1. Muito bom, continue assim, me fez lembrar dos meus três avôs/avós que eu mais amo! Zel, Zezinho e Aparecida, os melhores do mundo =D

    ResponderExcluir
  2. É impressionante como você escreve bem, prima! Texto muito divertido! Ri demais! Juro que consegui vê-los conversando!!!! hahahaha.. Amo você!!

    ResponderExcluir
  3. Oi , vim agradecer seu comentário no meu blog , desculpa a demora haha postei um texto novo , me diz o que achou ?
    obrigada viu ? :D

    ResponderExcluir
  4. Oi , vim agradecer seu comentário no meu blog , desculpa a demora haha postei um texto novo , me diz o que achou ?
    obrigada viu ? :D

    ResponderExcluir
  5. Olá
    encontrei seu Blog navegando por alguns outros
    e gostei muito do que vi por aqui
    estou te seguindo

    me visita, e segue, se gostar...

    beijos

    http://rgqueen.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Todo mundo merece um comentário legal :)